Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

Prefeitura da Serra demite mais 186 por diploma falso



(Foto: Jansen Lube/Secom-PMS)Mais 186 servidores da rede pública de ensino, todos eles professores, foram demitidos pela Prefeitura da Serra por apresentação de diploma falso. Com isso, o número de exonerações chega a 300 entre o período de fevereiro e julho.



No dia 23 de maio, a reportagem de A Tribuna já havia revelado com exclusividade a demissão de 114 professores no município após a apresentação de diplomas falsos de graduação, pós-graduação e cursos de extensão para contratação no fim de 2017.

De acordo com o secretário de Administração e Recursos Humanos da Serra, Alexandre Camilo Fernandes Viana, cerca de 80% dos servidores são da disciplina de Artes, mas também há professores de matérias como Português, Matemática e Geografia.

As novas demissões são parte do mesmo processo que resultou nas exonerações anteriores. O secretário afirmou que essa é uma preocupação contínua da administração municipal.

“É o mesmo processo, as mesmas questões. À medida em que identificamos essas situações, vamos exonerando os servidores. É uma verificação constante”, explicou Viana.

Do número de profissionais que tiveram o contrato encerrado, muitos deles apresentaram certificação de pós-graduação e cursos inválidos.

A avaliação da validade ou não dos documentos tem início tão logo os servidores apresentam a documentação necessária para o processo de contratação.

O secretário fez questão de valorizar o trabalho feito em parceria com as instituições de ensino — que não foram divulgadas —, essencial para a identificação desses casos de fraude.

“Nós fazemos o contato com a instituição de ensino e verificamos a veracidade dos diplomas. Posso garantir que as instituições são boas parceiras, também têm todo o interesse em verificar a veracidade desses documentos. Eles não querem ter o nome vinculado a esse tipo de falsificação”, comentou.

Apesar do alto número de profissionais envolvidos em casos de diplomas falsos, a Prefeitura da Serra vê como destoante.

“O número absoluto chama a atenção, lógico. Mas se pegar o percentual, em mais de 5 mil professores, corresponde a 6%. É chato, mas não é uma situação alarmante”, afirmou.
Fiscalização para evitar fraudes

Casos

A prefeitura da Serra exonerou mais 186 servidores da rede pública de ensino por apresentarem diplomas falsos no processo seletivo para contratação de profissionais.

Em 23 de maio deste ano, a reportagem de A Tribuna já havia revelado com exclusividade que 114 professores já tinham sido demitidos pelo mesmo motivo.

No total, 300 servidores já foram exonerados do cargo de fevereiro a julho deste ano.

Área de atuação

80% dos professores exonerados dos cargos ocupavam cargos nas disciplinas de Artes.
Há também profissionais responsáveis por outras disciplinas, como Matemática, Geografia e Português.

Diplomas

A maioria dos diplomas falsos apresentados são referentes à cursos de pós-graduação. Há também certificados de graduação e cursos de extensão apresentados.
As instituições de ensino ligadas aos documentos falsos não foram reveladas.

Verificação

A Prefeitura da Serra faz verificação constante na documentação dos profissionais contratados para evitar este tipo de fraude.

Assim que são identificadas as situações, é feito o pedido de exoneração dos servidores.
Fonte-Atribuna es

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também



Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

CD Ministério Mashiah – Milagre Inesperado