Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

Câmara aprova documento único para brasileiros

Projeto vai ser enviado ao Senado e, se aprovado, ainda passará pela sanção do presidente Michel Temer


RIC: documento do Registro de Identidade Civil, que substituiu o RG

São Paulo – A Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto para criar o Documento de Identificação Nacional (DIN), um documento único que reuniria todos os dados dos brasileiros por meio de uma tecnologia de chip. O texto ainda vai ser enviado para o Senado e, se aprovado, passará pela sanção do presidente Michel Temer (PMDB).

O projeto de lei, que tem o número 1775/15, foi enviado ao Congresso pela União. O texto aprovado ontem, contudo, era um substituto feito pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ).

De acordo com o projeto, o DIN iria dispensar a apresentação de outros documentos nacionais (como o RG, CPF e título de eleitor). Ele seria emitido pela Justiça Eleitoral ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos, podendo inclusive substituir o título de eleitor.

O documento seria impresso pela Casa da Moeda e teria o número do CPF como base para identificação do cidadão. Já os documentos emitidos pelas entidades de classe somente seriam validados se atendessem os requisitos de biometria e de fotografia conforme o padrão utilizado no DIN. As entidades de classe teriam ainda dois anos para adequarem seus documentos aos requisitos exigidos pelo novo documento.
Identificação nacional

O projeto prevê ainda que o documento seja emitido com base na Identificação Civil Nacional (ICN), um cadastro que usaria a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, a base de dados do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (Sirc), da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC – Nacional), da Justiça Eleitoral, dos institutos de identificação dos estados, do Instituto Nacional de Identificação, entre outros órgãos.

Essa nova base de dados seria armazenada e gerida pelo TSE, que teria de garantir o funcionamento simultâneo entre os sistemas eletrônicos governamentais, ou seja, uma comunicação eficiente sem problemas de compatibilidade.

O TSE garantiria à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao poder legislativo o acesso à base de dados da ICN, de forma gratuita, exceto quanto às informações eleitorais. A integração da ICN ocorreria ainda com os registros biométricos das polícias Federal e Civil.

Seria proibida a comercialização, total ou parcial, da base de dados da ICN, com pena de detenção de 2 a 4 anos e multa para quem descumprir essa proibição.

Além disso, o projeto prevê a criação um comitê da ICN, composto por três representantes do Executivo federal, três representantes do TSE, um da Câmara dos Deputados, um do Senado Federal e um do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Se o projeto for aprovado no Senado e sancionado por Temer, o comitê teria a atribuição de recomendar os padrões técnicos da ICN e as diretrizes para administração do Fundo da Identificação Civil Nacional (FICN), que custearia o desenvolvimento e a manutenção do cadastro.

*Com informações da Agência Câmara.

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também





Botão Bíblia 1

Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

Péricles ex-exaltasamba aceita Jesus e agora se torna um cristão.

Campanha de Myrian Rios "CONTRA SEXO ANAL" é FALSA.