Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

Prédio é interditado pela Defesa Civil em Colina de Laranjeiras, na Serra


Em vistoria feita no início do mês, a Defesa Civil encontrou rachaduras na fundação, vigas de sustentação escoradas em pilhas de blocos de cimento e sinais de "leve inclinação" no edifício

Um edifício em Colina de Laranjeiras, na Serra, foi interditado pela Defesa Civil Estadual no dia 11 de agosto por risco de desabamento. A construção, que faz parte do condomínio Atlântico I, foi entregue em 2014 pela Caixa Econômica Federal através do Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e tem quatro andares e 16 apartamentos.
Em vistoria feita no início do mês, a Defesa Civil encontrou uma série de falhas na estrutura, como rachaduras na fundação, vigas de sustentação escoradas em pilhas de blocos de cimento e sinais de "leve inclinação" no edifício. A inspeção foi solicitada pelo Ministério Público Federal, que recebeu denúncia de dois representantes dos moradores, segundo o gerente de operações da Defesa Civil Estadual, Roney Gomes Nascimento.
Foto: Reprodução/ Google Street View

O prédio interditado é um dos blocos do Condomínio Atlântico I, na Serra
"Havia sinais de maquiagem. Taparam uma trinca. Além das rachaduras, observamos um sinal de leve pendência no prédio. O edifício precisa de reparos, que devem ser feitos com os apartamentos vazios.", conta o engenheiro Roney Gomes
Além do prédio interditado, de nome Robalo, o condomínio Atlântico I conta com outros cinco prédios, também com quatro pavimentos cada, que não foram vistoriados. A solicitação do MPF era apenas para o Robalo.
Antes mesmo da vistoria, dez famílias já tinham deixado o prédio, com medo de desabamento.
"Dez apartamentos já estavam vazios quando fizemos a inspeção, no dia primeiro de agosto. Moradores relataram que as famílias saíram do prédio com receio de algo pior acontecesse", relata o gerente de operações.
De acordo com o engenheiro, não há previsão de quando os moradores poderão retornar aos apartamentos. O retorno depende de uma nova vistoria, que só será realizada após serem feitas as obras de reparos. O relatório, com a lista de reparos necessários, foi enviado à Caixa Econômica Federal, que executa o Programa de Arrendamento Residencial (PAR).
A Caixa informou, por meio de nota, que apenas 8 unidades do Atlântico são financiadas pelo programa. As outras unidades do bloco interditado já estão liquidadas ou em nome de seus proprietários.
O banco afirmou que participou da reunião do condomínio e que tomará as medidas necessárias para auxiliar os moradores destas unidades com financiamento pelo PAR.
O Programa
O Programa de Arrendamento Residencial (PAR) antecedeu ao "Minha Casa Minha Vida". Ele foi criado para ajudar municípios e estados a atenderem à necessidade de moradia da população que recebe até R$ 1.800,00 e que vive em centros urbanos. Ele funciona em duas fases: a primeira é a compra do terreno e contratação de uma empresa privada do ramo de construção, responsável por erguer as unidades habitacionais.
Assim que os imóveis ficam prontos, tem início a seleção das famílias a serem beneficiadas.
Cabe à prefeitura indicar os candidatos ao arrendamento, mas é a Caixa quem os seleciona e também escolhe uma empresa administradora para cuidar dos contratos com os arrendatários. Os selecionados pagam uma taxa mensal inferior ao aluguel cobrado na região e, ao final de 15 anos, elas têm a opção de comprar os imóveis.

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também





Botão Bíblia 1

Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

Péricles ex-exaltasamba aceita Jesus e agora se torna um cristão.

Bíblia + HC Para DataShow – PowerPoint