Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

Polícia prende empresário suspeito de fornecer internet pirata na Praia do Canto




Foto: Bruno Barros
Uma operação realizada por agentes da Delegacia de Defraudações (Defa) prendeu nesta terça-feira (9) o empresário Jeozadaque Oliveira, 32, também conhecido como Nuno Alameda. Ele é suspeito de fornecer internet pirata para pelo menos 45 clientes em condomínios localizados em bairros de Vitória e no município da Serra.
Dono de uma empresa especializada em serviços de informática, Nuno estava sendo investigado pela polícia há aproximadamente seis meses. Ele mantinha dois apartamentos como base para suas centrais clandestinas de internet: um desses imóveis ficava na Praia do Canto, na capital; e outro em Jardim Limoeiro, na Serra – local onde o empresário foi detido em flagrante.
Para divulgar seus serviços aos futuros clientes, a empresa contava com uma página no Facebook e também distribuía panfletos promocionais com as informações sobre suas práticas clandestinas.
O delegado da Defa, Marcio Lucas Malheiros, explicou que Nuno contratava serviços legais de operadoras de internet - geralmente os pacotes com a capacidade máxima - e redistribuía esse sinal para seus clientes. “Ele conseguia compilar isso através de um provedor, distribuir e revender por um valor aproximado de R$ 50 por cada unidade habitacional que ele fornecia”, disse o delegado.
Uma das empresas que afetadas por essas prática foi a Net. Em contato com a Defa, seus representantes informaram que esse tipo de serviço fornecido pela empresa de Nuno era responsável por um prejuízo mensal de até R$ 50 mil. Esse alto valor era devido ao alto consumo de internet que era utilizada e os problemas técnicos ocasionados pela atividade ilegal.

Foto: Bruno Barros
Ainda de acordo com o delegado, o empresário contava com ajuda de amigos e até parentes para contratar esses os serviços de internet com as operadoras. Os próximos passos das investigações serão para identificar quem são essas são essas pessoas que emprestavam seus nomes para os contratos legais com as empresas provedoras de internet e descobrir se Nuno possui mais centrais clandestinas em funcionamento na Grande Vitória.
O empresário foi indiciado pelo crime de desenvolvimento de atividade clandestina de telecomunicações, mas foi solto após pagar fiança de R$ 2,5 mil. Se condenado, ele pode pegar até 4 anos de prisão.
Posicionamento da NET: Sobre a autuação realizada na Grande Vitória, a NET esclarece que a empresa autuada não tinha autorização para distribuição ou revenda do sinal de internet. A prática, que configura distribuição ilegal de sinal, é proibida por contrato e fere o Artigo 183 da Lei Geral de Telecomunicações, que determina como crime “atividades clandestinas de telecomunicação”. Importante ressaltar que esse tipo de comércio é ilícito, danoso à empresa e prejudica toda a sociedade, pois não recolhe os devidos impostos e afeta geração de postos de trabalho no setor. Por fim, a NET informa que os casos suspeitos de pirataria, uso indevido de sinal ou quaisquer outras contravenções que prejudicam a prestação de seus serviços, são devidamente encaminhados para a Polícia e órgãos competentes, responsáveis por apurar e punir quem os pratica.

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também





Botão Bíblia 1

Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

Péricles ex-exaltasamba aceita Jesus e agora se torna um cristão.

Campanha de Myrian Rios "CONTRA SEXO ANAL" é FALSA.