Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

O DESENVOLVIMENTO DA SERRA


O prefeito atual herdou da gestão passada, muitas dívidas, obras paradas e uma política de desenvolvimento planejada por gente de fora, que nada entende das vocações dos serranos. No auge da insatisfação com uma Secretária, moradora de Vitória, o serrano Silas Maza (PSB) foi chamado às pressas para recolocar a Serra nos trilhos da geração de empregos, impostos e renda.

A ideia de progresso na Serra foi promovida na gestão Motta (PSDB), impulsionada nos dois primeiros mandatos de Sérgio Vidigal (PDT) e enterrada na sua última gestão. O primeiro mandato de Audifax Barcelos continuando as primeiras gestões do PDT colheu os frutos dessa política desenvolvimentista. Da mesma forma sofreu no início do atual mandato, com os espinhos vindos de uma gestão mal planejada, pelo prefeito que governou focado em eleger sua mulher deputada federal, na decadência do PDT. Audifax patinou em queda na avaliação dos eleitores, que criaram muitas expectativas em torno de sua eficiência administrativa demonstrada no primeiro mandato.

Hoje a Serra recuperou sua imagem aparecendo na mídia como uma das melhores cidades capixabas para se investir. Novas empresas estão chegando dia após dia, encontrado apoio e sendo acolhidas dentro da normalidade jurídica sem precisar dar propinas para conseguirem se implantar. O segredo de Silas Maza foi premiar os servidores que trabalham mais em função de estudar, orientar e aprovar os projetos que antes ficavam meses e até anos esperando apreciação do corpo técnico.


Hoje a prefeitura recuperou sua capacidade de investimento, e muitas obras abandonadas estão sendo concluídas. Casos como o da Escola de Barcelona e da APA se espalham pela Serra. Por toda parte encontramos placas de uma gestão que trabalha em diferentes frentes. Na área ambiental, na educação, na mobilidade, a prefeitura está fazendo muitas obras e executando serviços, muitas vezes pela metade, mas a recuperação é visível. Não chega a ser um choque de gestão como anunciado no início do ano, mas as coisas estão acontecendo, aumentando a satisfação dos eleitores.
As demandas da população cresceram desde os tempos de abandono e desgoverno da gestão passada. Tem algumas obras abandonadas que não foram retomadas até hoje. Veja a quadra central de Barcelona, um anseio da juventude, há mais de três anos no abandono absoluto. Os sacos de borracha triturada que seriam usados na grama sintética se apodreceram, e a matéria prima que custou dinheiro da municipalidade está se perdendo e poluindo o solo.


Ainda encontramos obras abandonadas desde a gestão passada, como a quadra esportiva de Barcelona. As finanças municipais estão melhorando mas ainda faltam verbas para concluir obras deixadas por Vidigal. Em Brasília Audifax não pode contar com muito apoio. O fracasso de Vandinho, derrotado na eleição passada, condenou o prefeito a não poder contar com um deputado federal ou senador. Carlos Manato (SDD) tirou até a sede do seu partido da Serra e levou para Vitória, onde já se encontra se domicílio eleitoral. Um deputado que não se preocupa mais com nosso
município, atuando mais em prol dos municípios carentes do interior. Sérgio Vidigal (PDT) piorou, para ele quanto pior a Serra estiver melhor será suas condições de voltar como prefeito. Certamente não está no grupo dos que torcem a favor da atual gestão. Essa polarização que surgiu da rachadura no grupo do ex-prefeito está se esgotando. É quase certa a migração de Audifax para a Rede de Marina, o que colocaria Casagrande na disputa pela prefeitura da Serra. Depois dessa sinalização fica muito difícil a permanência de Audifax no PSB, até porque “gato escaldado tem medo de água fria”. Ele deveria ter receio de acontecer outra vez, ver um cacique lhe tirando a possibilidade de disputar a reeleição.


Essa placa da prefeitura trabalhando a gente está vendo em vários locais da Serra. O coeficiente de satisfação dos eleitores está se elevando. Se não acontecer nenhum fato político novo até o final do ano, o eleitor tende à continuidade da atual administração. Resta saber se a população ainda deseja mudanças. Abrindo um espaço imaginário pelo novo. O PSB certamente terá candidato de qualquer forma, caso Audifax confirme sua saída do partido, existe a possibilidade de Renato Casagrande ou Bruno Lamas aceitar ser candidato a prefeito da Serra.


Fonte:http://www.folhaserra.com.br/

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também





Botão Bíblia 1

Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

Péricles ex-exaltasamba aceita Jesus e agora se torna um cristão.

Campanha de Myrian Rios "CONTRA SEXO ANAL" é FALSA.