Image and video hosting by TinyPic

ATENÇÃO!

Este Site não visa fins lucrativos nem tem como objetivo reproduzir as obras.Nosso único objetivo é divulgar o trabalho dos cantores e fazer com que você avalie o arquivo antes de adquiri-lo.Se você gostou deste cd, procure uma revendedora mais próxima de sua casa e COMPRE Original, não incentive e nem faça pirataria, jamais compre arquivo PIRATA.OBS: Srºs Cantores se algo contigo neste site lhe causa algum dano ou prejuizo nos comunique para que possamos retirá-lo imediatamente de nosso site. O Portal Visão News gospel, Nao Se Responsabiliza Pelos Links Aqui expostos!

IMAGENS


A maioria das fotos deste blog foi retirada do Google Imagens.

REPRODUÇÃO DE TEXTOS

A cópia integral ou em parte de textos deste blog é livre, desde que seja dado o crédito com link para cá. O FairShare rastreia todas as reproduções.

* Não nos responsabilizamos pelo mal uso do conteúdo encontrado no Site e também por qualquer dano ou prejuízo causado por algo postado aqui.

* Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que ira utilizá-los.

Malafaia não vai mais atacar novela Babilônia... Você sabe o motivo?




Com grande influência na Frente Evangélica da Câmara, o pastor Silas Malafaia orientou os parlamentares a pararem de bater na Globo devido ao beijo gay em Babilônia.

Não por mudar de opinião, mas porque pensa que os ataques exagerados à novela na verdade podem produzir o efeito inverso e promovê-la no futuro. Para Malafaia, a carta de repúdio divulgada em 19 de março pelos deputados deve ser o último movimento dos evangélicos contra a novela. Por Lauro Jardim

Outra reportagem de Silas ele fala que:

Expoente representante dos pastores evangélicos, Silas Malafaia publicou um manifesto contra a Globo citando “Babilônia”, nova novela das 21h da emissora.

No texto, Malafaia afirmou que a emissora “é a maior patrocinadora da imoralidade e do homossexualismo no Brasil” e classificou a atuação do canal como “vergonhosa”. “A Rede Globo tem contribuído para a destruição de valores morais fundamentais para o bem-estar da sociedade”, disse o religioso, que ainda destacou que a Globo prejudica crianças, adolescentes e a família em geral.

Nas redes sociais, o texto foi acusado de homofóbico e incitador do ódio, mas o pastor não se intimidou e revelou nutrir um desejo íntimo de que a ‘vênus platinada’ se autodestrua. “O nome da novela – Babilônia – representa muito bem o que tem sido a Rede Globo, um instrumento de podridão moral. E espero, que como a antiga Babilônia, eles se autodestruam”, finalizou.

O pastor critica a Globo por mostrar “de maneira sistemática homossexualismo em tudo que é novela”, lembrando ainda os casais gays de ‘Império’ e ‘Amor à Vida’. “Querem detonar todos os valores morais da sociedade”, acusa Malafaia. “Soube ainda que vai ter um homofóbico nessa novela. Vão confundir preconceito com liberdade de expressão, o meu direito de discordar de alguma coisa”, acrescenta ele, referindo-se ao personagem Fred (Filipe Monteiro).
O jovem homofóbico é filho do gay Carlos Alberto (Marcos Pasquim), que mantém um romance com Ivan (Marcello Melo Jr.). Fred vai praticar bullying contra Rafael (Chay Suede), que é filho de Teresa e Estela.
Apesar de considerar os temas abordados em ‘Babilônia’ uma afronta à família, Malafaia garante que não pediu que os seguidores de sua igreja boicotassem a novela. “Não preciso pedir isso. Me recuso a acreditar que um evangélico esteja acompanhando esse lixo”, dispara.

Um dos textos divulgados nas redes sociais e no WhatsApp convoca um boicote à novela por 35 dias, para que ela seja retirada do ar. “Até quando a Globo vai ditar e a todo momento perturbar a cabeça de nossos filhos? Estamos reféns da política suja e também da Rede Globo, que não fica atrás”, diz um trecho do manifesto, que aponta ainda que o Ministério Público já estaria monitorando a trama.
Vale lembrar que a estreia de ‘Salve Jorge’, em 2012, despertou a ira de evangélicos, por questões religiosas — o sincretismo de São Jorge, chamado de Ogum na umbanda.

Para Ricardo Linhares, um dos autores de ‘Babilônia’, as manifestações são isoladas e feitas por “uma minoria ruidosa”, que quer pegar carona no sucesso da novela para chamar a atenção.

“Eu acredito que a maioria dos evangélicos é formada por pessoas conscientes e respeitosas”, diz o autor. “Vivemos num país laico e democrático, onde todos têm liberdade para expressar sua opinião. Quem quer ser respeitado, porém, precisa respeitar o seu semelhante.”

Linhares afirma ainda que censura, intervenção do Ministério Público ou projetos como Estatuto da Família são atitudes antidemocráticas e inconstitucionais, que revelam tendência ditatorial. “Não há mais espaço para isso na moderna sociedade brasileira”, defende.

Assim como fez em ‘Saramandaia’, Linhares diz que ‘Babilônia’ combate a ditadura da intolerância. “Em vez de tirar os filhos da sala, os pais esclarecidos aproveitam os exemplos da trama para conversar sobre os fatos da vida, mostrando a multiplicidade de condições do ser humano e ensinando o respeito a quem pensa ou leva uma vida diferente da sua”, aconselha.

Informações IG

Deixe sua opinião:

Comentários












By Scraps Gospel ®

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também





Botão Bíblia 1

Postagens mais visitadas deste blog

Certificado de Batismo para download

Péricles ex-exaltasamba aceita Jesus e agora se torna um cristão.

Campanha de Myrian Rios "CONTRA SEXO ANAL" é FALSA.